Olha o Linux aí Gente!

Olha o Linux aí Gente!
Esse Pinguim não é fofo? Estou adorando conhecer o Linux...

Pesquisar este blog

Novidades do Proinfo Integrado

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Construindo um hipertexto

CONSTRUINDO HIPERTEXTOS

Aluna – Kátia Almeida Gomes
Tutor – Marcelo de Assis
Turma – T19 (quinta-feira / vespertino)

            O tema hipertexto tem sido bastante discutido pela sociedade atualmente, pois é um assunto de grande interesse coletivo. Hipertexto [1] é um termo que se refere a um texto em formato digital, ou não (pois existem hipertextos no formato impresso, como enciclopédias ou dicionários), com links ou ícones que nos levam a outras informações sobre determinado assunto. O hipertexto possibilita ao leitor ou usuário a livre escolha sobre o caminho a ser percorrido para se construir um conceito ou pensamento.
            A Professora Denise Bértoli Braga [2] apresenta a idéia de que o hipertexto apresenta algumas facilidades para o processo ensino aprendizagem. Segundo a professora o hipertexto possibilita a multiplicação de informações de forma rápida e eficiente, pois, os usuários podem ter acesso a textos do tipo acadêmicos que contribuirão para a construção do conhecimento de forma democrática.
            É importante que as novas tecnologias estejam unidas em favor da qualidade na educação. De acordo com Antônio Carlos Xavier [3], a sociedade está em um momento de transição entre cultura escrita e cultura digital, no entanto, as tecnologias devem estar voltadas para a aprendizagem. Neste processo o professor tem a função de articulador do conhecimento. O hipertexto possibilita o compartilhamento de conhecimentos de forma ativa e colaborativa.
            Sendo assim, é de fundamental importância que os educadores tenham conhecimentos fundamentais sobre o assunto e estejam em constante atualização sobre a construção e utilização de Hipertextos.
Kátia Almeida Gomes

Interessante!
A leitura no hipertexto. Utilização de abas em hipertextos: comportamento do usuário em uma leitura não-linear.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, sempre será bem vindo!